top of page
Background.png
Header_Site3.png
  • Foto do escritorGabriella Ferreira

Festival de Artes de São Cristóvão, em Sergipe, exibirá gratuitamente produções audiovisuais locais

Cine Trianon terá programação especial com curtas-metragens sergipanos e longas infantis para o público nos quatro dias de festival

Divulgação: Imã de Geladeira


O evento que celebra os 50 anos do Festival de Artes de São Cristóvão (FASC) acontecerá de 01 a 04 de dezembro na cidade-mãe do estado de Sergipe. Em sua 37ª edição, o FASC é reconhecido hoje como um dos maiores festivais de arte e cultura do Norte/Nordeste.


Separada em praças temáticas, a programação deste ano irá transformar a cidade. São Cristóvão será tomada por apresentações de cortejos de grupos afro, folclóricos e percussivo pelas ruas, além dos palcos de teatro e dança, dois palcos de shows, salões de artes visuais, salão de literatura, salões de oficinas como fotografia, desenho, poesia, bordado, circo, oficinas e cinema.


Será no espaço ‘Cine Trianon’, localizado na Rua Cel. Erundino Prado, que todo o público terá acesso a uma vasta programação audiovisual nos quatro dias de festival. Na quinta-feira, 01, o Festival Curta-SE leva para as telas as obras infantis: “Meu nome é Maalum", "Coelhitos e Gambazitas", "O Monstro do Pântano do Sul", "Fiapo de Infinito" e "Cem Pilum - A História do Dilúvio", a partir 14h.


Logo depois, às 15h30, a sessão Sergipe se dedicará em trazer histórias de realizadores sergipanos para os olhos dos espectadores. De Manoela Veloso, o documentário “Farinhada” será o primeiro a ser exibido. Ele discorre sobre a cultura tradicional das casas de farinha da região dos povoados Serra do Machado, Serrinha, Esteios, Fazendinha e João Ferreira, que vêm se tornando cada vez menos populares entre os jovens, associado à desvalorização da farinha.


Encerra a sessão, “Clandestino”, de Barach Blumberg, que conta a história de Tereza, uma garota comum, com uma imaginação nada comum. No caminho para encontrar sua mãe e entregar uma encomenda muito preciosa, sua imaginação corre livre pelas paisagens do interior, enquanto ela vai viver aventuras ao lado de sua avó.


Na sexta-feira, 2, 14h, o Curta-SE apresenta “Sobre Amizades e Bicicletas", "A Caverna de Petra", "Kuri Ha Akae Ovy" e "Assum Preto". Já às 15h30, na sessão Sergipe, o diretor Lucas Menezes registra em “Zélia” os momentos de retirada dos objetos do apartamento de sua avó materna, dona Zélia, que se encontra acometida pelo mal de Alzheimer, e que passa a morar com uma de suas filhas. “Fim de Expediente”, de Carol Barros, também aparece na programação e relata, por meio de uma narrativa documental, a rotina de trabalhadores do centro da cidade de Aracaju e do Mercado Municipal.


Na sequência, os sergipanos terão a oportunidade de assistir um dos curtas-metragens recentes mais premiados de Sergipe. ”Imã de Geladeira”, de Carolen Meneses e Sidjonathas Araújo, é uma história sobre um casal de costureiros que perde a sua geladeira em decorrência de uma série de apagões no bairro e eles saem em busca de um novo eletrodoméstico. Em uma loja de usados, uma geladeira parece oferecer risco, mas apenas para pessoas negras. Com uma narrativa afro-surrealista, o curta foi lançado nos EUA, indicado na categoria de melhor curta-metragem no 50º Festival de Cinema de Gramado. Em terras gaúchas, “Imã de Geladeira” recebeu menção honrosa no festival por “catapultar a urgente discussão sobre o racismo estrutural através do horror cósmico”.


No sábado, 3, o Curta-SE apresenta o longa de animação "Tito e Os Pássaros", dirigido por Gustavo Steinberg e Gabriel Bitar com as vozes de Denise Fraga, Mateus Solano. Já a sessão Sergipe traz os curtas “Cinemas de Rua de Aracaju” de Juliana Vila Nova e Eudaldo Monção Jr e ”Ave Seca” dirigido por Carol Mendonça. O primeiro apresenta o apogeu, a glória e a decadência dos cinemas que já existiram na capital sergipana, demonstrando o destino das salas de projeção que existiram na cidade de Aracaju, e que foram transformadas em outros empreendimentos com o passar dos tempos. “Ave Seca” narra uma história no ano de 1983, quando uma das maiores secas da história do Brasil atinge o Sertão Sergipano, Maria resiste em deixar a sua terra. Acreditando na chegada da chuva, ela vai de encontro a todas as previsões.


Em seu último dia de festival, 4, o FASC traz oito curtas em uma mostra intitulada "Acessibilidade": "O Homem na Caixa", "Insone", "Millie", "Trip", "Piconzé", "La Loba", "8 Patas" e “Torre” estão na programação. A sessão Sergipe encerra com “Morena dos Olhos Pretos” de Isaac Dourado, obra de 2014 que conta a história da cantora Clemilda, a Rainha do Forró. Nascida em São José da Laje, Alagoas, ela foi uma grande referência da cultura popular brasileira. Na voz dela, clássicos como "Prenda o Tadeu" e "Forró Cheiroso" fizeram sucesso em todo o Brasil e lhe renderam discos de ouro e fama.


No setor musical, a programação deste ano contará com 134 atrações das mais diversas vertentes artísticas. Destas, 115 são sergipanas, 25 sancristovenses e uma atração internacional. Destacam-se na programação Emicida, Alceu Valença, The Baggios, Daniela Mercury e MC Tha.

Divulgação


Confiram a programação completa do Cine Trianon no FASC 2022:


01/12:


14h - Festivalzinho CURTA-SE (com a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis):


• Meu nome é Maalum

• Coelhitos e Gambazitas

• O Monstro do Pântano do Sul

• Fiapo de Infinito

• Cem Pilum - A História do Dilúvio"


15:30h - Sessão Sergipe:


• Farinhada (Manoela Veloso)

• Clandestino (Barach Blumberg)


02/12:


14h - Festivalzinho CURTA-SE (com a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis):


• Sobre Amizades e Bicicletas

• Caverna de Petra

• Kuri Ha Akae Ovy

• Assum Preto


15:30h - Sessão Sergipe:


• Zélia (Lucas Menezes)

• Imã de Geladeira (Carolen Meneses e Sidjonathas Araújo)

• Fim de Expediente (Carol Barros)


03/12:


14h - Festivalzinho CURTA-SE (com a Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis):


• Tito e Os Pássaro


15h - Sessão Sergipe:


• Cinemas de Rua de Aracaju (Juliana Vila Nova e Eudaldo Monção Jr)

• Ave Seca (Carol Mendonça)


04/12:


14h - Mostra Acessibilidade [Curta-SE 22] e Dia da Animação:


• O Homem na Caixa

• Millie

• Trip

• Piconzé

• La Loba

• 8 Patas

• Torre


15h - Sessão Sergipe:


• Morena dos Olhos Pretos (Isaac Dourado)


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page