top of page
Background.png
Header_Site3.png
  • Foto do escritoroxentepipoca

Filmes nacionais que serão lançados em novembro nos cinemas

Atualizado: 24 de nov. de 2022

Os premiados 'A Mãe', 'Paloma' e 'Carvão' estão entres os lançamentos do mês

Divulgação: A Mãe


Após um mês de outubro lotado de documentários, os filmes de ficção voltam com força no circuito brasileiro em novembro. Confiram quais filmes nacionais estrearão nos cinemas:


03/11:


• O Clube dos Anjos (Drama, 101 min)


Direção: Angelo Defanti


Elenco: Otávio Muller, Matheus Nachtergaele, Paulo Miklos, Marco Ricca, Augusto Madeira, André Abujamra, César Melo, Ângelo Antônio, Samuel de Assis, António Capelo


Sinopse: Nenhum deles pôde resistir. Ao longo dos anos, as reuniões mensais do Clube do Picadinho – confraria que há décadas reúne sete amigos de longa data – passaram de rituais de poder a melancólicas assembleias de fracassos. O fim seria seu único destino digno. Até a chegada de um misterioso cozinheiro que passa a lhes servir magníficos banquetes. Os laços de amizade estão de volta, é a gula como celebração da vida. Mas há um porém: depois de cada jantar, um integrante da confraria amanhece morto. Qual é o real motivo das mortes? E, sobretudo, por quê estes homens continuam retornando aos jantares?


• Carvão (Drama, 108 min)


Direção: Carolina Markowicz


Elenco: Maeve Jinkings, Cesar Bordon, Jean Costa, Romulo Braga, Camila Mardila e Pedro Wagner


Sinopse: Numa pequena cidade do interior, uma família recebe uma proposta rentosa, mas também perigosa: hospedar um desconhem sua casa. Antes mesmo da chegada dele, no entanto, arranjos precisarão ser feitos, e a vida em família começa a se transformar. Porém, nenhum dos familiares, e muito menos o próprio hóspede, vê suas expectativas cumpridas.


• Kevin (Documentário, 81 min)


Direção: Joana Oliveira


Sinopse: É a primeira vez que Joana, uma brasileira, visita sua amiga Kevin na Uganda. Elas se tornaram amigas há 20 anos quando estudaram juntas na Alemanha e faz muito tempo que não se veem. A partir desse encontro, o filme tece a fina trama que é uma conversa entre duas amigas: as histórias do passado, os desejos, os caminhos trilhados, os diferentes modos de encarar a matéria do vivido e um elo de amor e sororidade que resiste à distância e ao tempo.

Divulgação: Embaúba Filmes


10/11:


• Aldeotas (Drama)


Direção: Gero Camilo


Elenco: Gero Camilo e Marat Descartes


Sinopse: Filme inspirado na peça Aldeotas, de Gero Camilo, conta a história de dois amigos que se separam aos 17 anos em meio aos conflitos da adolescência turbulenta na pequena e conservadora Coti das Fuças, interior do Brasil. Levi, poeta, cansado de sofrer abusos, cumpre o plano de fugirem pra uma cidade grande mais liberal. Enquanto Elias, oprimido pela violência do seu pai, desiste de partir. Aos 50 anos, Levi volta para reencontrar o amigo no dia de seu funeral onde as memórias dos dois são revividas antes do último adeus.


• Arthur Moreira Lima - Um Piano Para Todos (Documentário, 83 min)


Direção: Marcelo Mazuras


Sinopse: Arthur Moreira Lima é um pianista excepcional. Atuou nos palcos mais importantes do mundo, tocou com as Filarmônicas de Leningrado e de Moscou e com as Sinfônicas de Berlim e de Viena, entre tantas outras, sob a regência de grandes maestros como Kurt Sanderling, KiriIl Kondrashin, Mariss Jansons e Jesus Lopez-Cobos. Já sem a necessidade de brilhar nas grandes casas de espetáculos do mundo, hoje o pianista percorre o interior do Brasil a bordo de dois caminhões, levando a música erudita aos cantos mais esquecidos do País e democratizando o acesso à sua arte.


• Paloma (Drama, 113 min)


Direção: Marcelo Gomes


Elenco: Kika Sena, Samya de Lavor e Ridson Reis


Sinopse: Paloma é uma mulher trans que está decidida a realizar seu maior sonho: um casamento tradicional, na igreja, com o seu namorado Zé. Ela trabalha duro como agricultora numa plantação de mamão, e está economizando para pagar a festa. A recusa do padre em aceitar seu pedido obrigará Paloma a enfrentar a sociedade rural. Ela sofre violência, traição, preconceito e injustiça, mas nada abala sua fé.


• A Mãe (Drama, 80 min)


Direção: Cristiano Burlan


Elenco: Marcelia Cartaxo, Hélio Cícero, Debora Maria da Silva, Tuna Dwek, Dunstin Farias, Rubinho Ferreira, Helena Ignez, Dinho Lima Flor, Ana Carolina Marinho, Carlos Meceni, Che Moais, Badu Morais, Mawusi Tulani e Henrique Zanoni


Sinopse: Segue a jornada de Maria, migrante nordestina e vendedora ambulante em busca de seu filho Valdo, supostamente assassinado por policiais militares durante uma ação na vila onde mora. Em busca de descobrir o paradeiro do filho, Maria enfrenta diversas adversidades. Ela não tem nenhuma notícia que a ajude a encontrá-lo. Essa tragédia deixa uma ferida profunda na personalidade de Maria, que passa a viver sob a marca da insegurança e da impunidade.

Divulgação: CUP Filme


17/11:


• Nada É Por Acaso (Drama, 106 min)


Direção: Márcio Trigo


Elenco: Rafael Cardoso, Giovanna Lancellotti, Mika Guluzian e Tiago Luz


Sinopse: Marina volta de uma viagem com cinco milhões de reais em sua conta. Agora, ela só quer seguir em frente sem olhar para trás e encarar o que fez. Contudo, os encontros constantes entre Marina, Maria Eugênia, Henrique e o filho do casal, não podem ser apenas uma coincidência. As duas mulheres vão descobrir que estão unidas por laços de amor e amizade que remontam para além dessa vida.


• Os Bravos Nunca Se Calam (Comédia, 104 min)


Direção: Marcio Schoenardie


Elenco: Duda Meneghetti, Eduardo Mendonça, Mirna Spritzer e José Rubens Chachá


Sinopse: Dois irmãos, distanciados pela vida, se unem para investigar o possível assassinato de seu pai. Usando o carro do falecido e às vésperas do lançamento póstumo de seu livro conspiratório, Caio e Manoela percorrem a cidadezinha natal em busca de personagens da vida de Joaquim para trazer honra de volta à família... ou algo do tipo.


• Kobra Auto-Retrato (Documentário)


Direção: Lina Chamie


Sinopse: Em uma noite de insônia, Kobra revê sua vida desde a infância difícil na periferia até o sucesso mundial como muralista, os acontecimentos se desenrolam entre a realidade e o sonho. Nessa trajetória de vida, desde o grafite ilegal nas ruas de São Paulo até pintar grandes murais em mais de 30 países, Kobra, um artista singular que representa tantos outros em suas batalhas, passa a entender a arte de rua como voz política e democrática.


• Diário de Viagem (Drama, 99 min)


Direção: Paula Kim


Elenco: Manoela Aliperti, Eucir de Souza e Virginia Cavendish


Sinopse: 1995, São Paulo. Logo após a implantação do Plano Real, Liz, 13, é mandada para um intercâmbio na Irlanda. Seus pais de classe média emergente estão otimistas, mas na percepção da adolescente a viagem é um total fracasso. Liz retorna ao Brasil com um transtorno alimentar que limita sua vida em todos os âmbitos e encara os desafios do crescimento e da descoberta.

Distribuição: Pandora Filmes


24/11:


• Alice dos Anjos (Fantasia, 76 min)


Direção: Daniel Leite Almeida


Elenco: Tiffanie Costa, Fernando Alves Pinto, Cris Magalhães, Pajé Aripuanã, Vicka Matos, Dayse Maria


Sinopse: No quintal da casa de sua avó, no sertão nordestino, Alice dos Anjos encontra um apressado bode preto que usa terno e gravata. Tentando alcançá-lo, a menina cai em um buraco e é transportada para um mundo mágico, repleto de personagens malucos e muitas aventuras. Em uma livre e divertida adaptação de “Alice no País das Maravilhas”, Daniel Leite Almeida combina diferentes figuras e temas do imaginário brasileiro à clássica história de Lewis Carroll.


• Serial Kelly (Drama)


Direção: René Guerra


Elenco: Gaby Amarantos, Igor de Araújo, Paula Cohen, Aline Marta Maia, Márcio Fecher, Ane Oliva e Pedro Wagner


Sinopse: Enquanto cumpre uma agenda de shows em inferninhos pelo sertão, Kelly, uma cantora de forró eletrônico, também vai deixando um rastro de mortes pelo caminho. Em seu trajeto de consumo compulsivo e violência, ela atravessa um nordeste novo, espiral de um desenvolvimento também apocalíptico. Quando passa a ser investigada pelos assassinatos de três homens, sua turnê mambembe também se transforma uma estratégia de fuga. E de estrela ascendente ela se torna uma heroína marginal, a temida e procurada Serial Kelly, a primeira serial Killer mulher do Brasil.


Confiram a programação dos cinemas de sua cidade (principalmente os de rua) para não perderem nenhum lançamento.


Informações coletas no Filme B e Ingresso.com

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page