top of page
Background.png
Header_Site3.png
  • Foto do escritorGabriella Ferreira

'A Casa do Dragão' mostra que é uma sucessora à altura de GOT em seus três primeiros episódios

Atualizado: 7 de set. de 2022

Após três anos e milhões de dólares gastos, a HBO demonstra que sabe o que está fazendo.

Em 2019, o gosto amargo de um final meia boca para uma das maiores séries da história nos fez duvidar de que novas obras do universo de 'Game of Thrones' poderiam voltar a dar certo. Mas, o mundo fantástico criado por George R. Martin ainda possuía histórias incríveis para serem contadas para o público e foi com essa intenção que a HBO retornou a esse universo com a série 'House of the Dragon'.


Quase 200 anos atrás dos eventos de GoT, conhecemos uma Westeros vivendo na era de ouro da dinastia Targaryen. O arco é adaptado de 'Dança dos Dragões', uma das histórias mais importantes da família e disponível no livro 'Fogo & Sangue'. Nesses três primeiros episódios, somos apresentados aos personagens bem no início dessa jornada, com o rei Viserys I perdendo sua primeira esposa e Rhaenyra se encontrando o seu lugar no mundo após ser declarada a sucessora legítima do rei.


Ainda faltam oito episódios a serem lançados, mas já foi possível perceber a alta qualidade técnica e de roteiro entregue nesse prequel. Destaco a importância do envolvimento de Martin em seu desenvolvimento e a adaptação fenomenal de Ryan Condal.


Além disso, o elenco principal está impecável com a revelação de Milly Alcock na versão jovem de Rhaenyra e também vemos atores já consagrados como Matt Smith em seus melhores momentos em tela.


Não dá para prever o futuro, mas as expectativas são altas e 'House of the Dragon' tem tudo para ultrapassa-las.



Comments


bottom of page