top of page
Background.png
Header_Site3.png
  • Foto do escritorGabriella Ferreira

Crítica | Sequestro no Ar (1ª temporada)

Série do Apple TV+ com Idris Elba é uma sequência de ação de sete horas

Foto: Divulgação


Imagine a seguinte situação: Você está em um voltando para casa após um trabalho em um voo de Dubai para Londres que dura aproximadamente sete horas, e, logo após a partida um grupo de terroristas sequestram o avião em que você está. Bom, essa é a premissa de Sequestro no Ar, série semanal do Apple TV+, finalizada na primeira semana de agosto.


Estrelada por Idris Elba, a série é contada em tempo real através das horas do voo com o total de sete episódios. Pela breve sinopse, percebemos que a história da série é um clássico clichê de muitos filmes de ação. Porém, isso não é demérito para Sequestro no Ar que consegue entregar uma trama muito instigante, repleta de reviravoltas, que deixa o telespectador cada vez mais ansioso para os próximos episódios.


Com sua história dividida em dois eixos, no ar e na terra, seguimos primeiro Sam (Idris Elba), um homem que trabalha como negociador corporativo, ainda apaixonado pela sua ex-mulher e que quer reencontrá-la ao chegar em Londres. Além dele, também somos apresentados a outros passageiros do avião e também aos sequestradores, onde alguns acabam sendo mais aprofundados que outros, tudo de uma maneira bem interessante.

Foto: Divulgação


Já no solo, acompanhamos várias ‘fases’ da situação que vai se degringolando até se tornar um problema de estado para o Reino Unido. Desde controladores de voo de Dubai, Hungria e Turquia até os investigadores em Londres, vamos entendendo todos os pormenores da investigação para chegar na motivação do sequestro e aos seus mandantes.


Sequestro no Ar tem ótimas atuações e uma boa direção de cena em momentos de ação durante a série. Outro mérito é a criação do suspense por meio de um roteiro que vai se engrandecendo ao longo dos episódios, chegando ao ápice da tensão em seu último episódio. A temporada, dividida em sete partes, possui o tempo certinho para contar a história, sem desgastar a ação de sua narrativa.


Mesmo sendo repleta de clichês, Sequestro no Ar é uma prova de que histórias de ação conseguem ser recicladas da melhor forma e é a melhor pedida para quem busca uma boa história de suspense e tensão para uma maratona.


Nota: 4/5

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page